As 5 Gp mais caras do mundo

O mundo da prostituição é repleto de escândalo, segredos e muito, muito dinheiro envolvido. Várias mulheres que viveram a experiência dessa profissão, já relataram o quanto elas conseguiram lucrar com essa escolha de vida. Algumas, você já deve ter até ouvido falar, com a ex-modelo Andressa Urach. Existem muitas outras mulheres além dessas que citaremos neste artigo, para mostrar a realidade de algumas acompanhantes de luxo pelo mundo que se envolveram em escândalos, já escreveram livros contando suas experiências e, já cobraram valores impressionantes para uma noite de programa.

CONHEÇA ÀS CINCO GAROTAS DE PROGRAMA MAIS CARAS DO MUNDO!

NÚMERO UM, ANDRESSA URACH

Esse nome você já deve ter escutado várias vezes pela internet. Andressa começou a se prostituir aos 21 anos, quando ainda era dançarina em uma casa noturna em Porto Alegre. Gradualmente ela se tornou uma das melhores do local e isso começou a chamar atenção dos homens que frequentavam a casa. Com o tempo, o nome dela se tornou um dos principais quando se falava em acompanhante de luxo no país. Ela ganhava de 400 a 3 mil reais por noite, houve uma época em que ela chegou a ganhar 30 mil reis com apenas um cliente.

Urach conta em seu livro “Morri para viver: Meu submundo de fama, drogas e prostituição”, que havia se tornado uma das prostitutas mais desejadas e caras do Brasil, chegou a receber de uma única vez 20 (mil) euros o equivalente a quase 77 mil reais para se passar por namorada de um cantor de música sertaneja, sem que ele soubesse. Geralmente ela cobrava 15 mil reais o programa, mas, tinha uma regra rígida, não era permitido jantar, tirar fotos ou filmar, ela ficava apenas duas horas no quarto de hotel e o pagamento tinha que ser feito antes do ato sexual.

NÚMERO DOIS, NATALIE MCLENNAN”